A Criatura


Eu trabalhava em uma empresa de administração, já era tarde da noite e eu era um dos últimos funcionários a sair, peguei meus pertences e fui em direção ao estacionamento pegar meu carro, o estacionamento estava vazio, eu não esperava pela hora porém, senti um frio na espinha, naquela noite ventava muito então não dei importância e ao sair com o carro fiz o que sempre fazia ao sair do trabalho, parar em frente ao mar que ficava ali perto e admirar a paisagem e as ondas que batiam na areia. Aquele não era meu dia.
Algo surge dor mar em uma área escura, eu não tinha percebido, pensei que era um banhista que gostava de se aventurar ao mar a noite com algum traje, resolvi voltar para casa em encontro com minha mulher, não importasse a hora ela sempre estava me esperando com o jantar.
Eu não esperava por isso...
As luzes estavam acesas, uma música baixa estava tocando no aparelho de som e um barulho peculiar se ouvia abafado, de inicio eu não quis acreditar, ao abrir a porta vi o braço de minha mulher, estava jogado no chão envolto de sangue que se estendia até o próximo cômodo, peguei uma faca na cozinha bem silenciosamente, ela ainda poderia estar viva, toda vez que eu olhava para o braço dela em frente a porta eu apenas pensava que poderia ser alguma ilusão por estar cansado, vou andando lentamente, aquele barulho peculiar iria se aumentando e ficando cada vez mais estranho, ao dar um olhar rápido para a sala vejo uma criatura, uma criatura enorme, e minha mulher estava com esse ser... ele estava... comendo seu cabelo enquanto lentamente seus dentes afiados perfuravam o crânio dela, eu só posso estar maluco! isso não pode estar acontecendo, olho para o chão e vejo o resto do corpo dela caído, algumas partes desmembradas e aquele monstro se deliciando com a cabeça de minha amada.

Se você estiver lendo isso me ajude, os monstros não estão sempre em lugares assustadores, ás vezes eles estão onde você menos espera e tome cuidado! não deixe que nenhum deles te veja ou será seu fim...

Nenhum comentário:

Postar um comentário